10 de junho de 2011

QUERO


Sinto necessidade de mudar. Mudar a minha forma de pensar, de agir, de estar. Quero renovar-me, ser alguém com quem me sinta bem - alguém que olhe a vida com optimismo, sem medos, apenas sorrisos. Quero conseguir aproveitar o prazer de cada momento, disfrutar de todas as coisas boas que a vida pode oferecer. Quero sentir que sou útil à sociedade, sentir que não sou apenas mais um. Quero marcar a diferença. Quero formatar o meu interior, acabar com o sistema pré-definido que me impuseram. Quero personalizar-me. Quero encontrar-me.
Apatia, estou cansada desta apatia. Cansada de medos, receios, anseios. Cansada de pensamentos negativos, de obcessões intermináveis que roubam pedaços de vida. Vida essa que poderia ser aproveitada para viver, para realizar todos os sonhos que tenho guardado dentro daquela caixa que todos temos. Dentro.
Vai custar, vai doer, vai demorar. Não quero saber. É gritante. Não vou continuar a fugir, não voltar a optar pelo caminho fácil. Quero sentir a dor da pedras do caminho nos meus pés descalços.
Quando chegar ao fim, vou sorrir.

23 comentários:

Guida * disse...

'We all wear masks, and the time comes when we cannot remove them without removing some of our own skin.' Andre Berthiaume.

martasousa disse...

mesmo sabendo daquilo continuamos a ter medo. ñ o conseguimos evitar.

MAR* disse...

sinto exactamente o mesmo, sinto a necessidade de mudar por completo...

ritinha. disse...

Quando se quer muito uma coisa, consegue-se! Força (:

MAR* disse...

é saturação de nós proprias :x aind não percbi cmo isso é possivel :x
por isso meti a ideia de fazer rastas na cabeça e de mudar de visual -.-

martasousa disse...

tens toda a razão :)

Mónica Monteiro disse...

Obrigado :)

Adorei o texto, sinto exactamente o mesmo, uma vontade enorme de mudar :]
Beijinhos e muita força !

Anónimo disse...

Oh querida, muito muito obrigada *
Queria tanto não ter que sentir tudo isto...

Catarina (Butter Sauce: http://palitosdelareine.blogspot.com/ )

Guida * disse...

sem duvida, mas todos usamos mascaras. por muito que nao queiramos há sempre alguma que nos se opõe à face.

Anónimo disse...

Infelizmente minha querida...
Mas tudo se vai resolver com o tempo (:

Catarina (Butter Sauce: http://palitosdelareine.blogspot.com/ )

Guida * disse...

obrigada minha querida, estou ansiosa por ver a resposta a esse desafio: 10 day :)
um beijo.

Marisa Ventura disse...

podes crer que sim, amo-o muito. Obrigada linda*

Isabel disse...

Força nisso querida (:

Isabel disse...

Obrigada pelas palavras minha querida <3

Isa Soraia disse...

Que bonito (:

Isabel disse...

É bem verdade o que disseste querida!

Danii disse...

também achei fofinha :)
que chegue ao fim rápido, sorrir é o melhor remédio :D

Isabel disse...

Cada vez mais me apercebo disso, acredita :$

Isa Soraia disse...

Que exagero minha querida :$
Se quiseres ler outros poemas mais antigos, basta procurares nas mensagens mais antigas.
Quanto ao teu post, não te apresses em mudar, as mudanças ocorrem lentamente e com o tempo. Não somos nós que dizemos "Vou mudar", a vida encarrega-se de nos mudar e um dia mais tarde olhas para algo que fizeste e dizes "mas esta sou eu? " aí sim sentes na pele que mudas-te.
As tristezas fazem parte, se não as tivéssemos não saberíamos distingui-la da felicidade e por conseguinte aproveitar esta ultima.
Um Beijo *

Isa Soraia disse...

Mas recebi fofinha (:
Muito obrigada, agradeço todos os elogios ao meu poema :$
Sim, também não posso discordar do que dizes. A vida é um pouco imprevisível, o importante é que tenhamos consciência disso e que não fiquemos presos a uma visão dogmática.

Danii disse...

nem mais querida :)

Isabel disse...

Acredita que sim querida :$

Ana Margarida disse...

Está lindo :) sigo! passa pelo meu e dá uma olhadela ;)